Publicidade

Você morreria por amor?

Você morreria por amor?
Publicidade


O amor vale uma vida, ou mais. Pois o amor é o que une a todos que consideramos especiais.

Ele nos leva a atos de bondade, de cordialidade, de altruísmo, de generosidade e entrega. Embora nosso lado egoísta, sempre pede que haja uma retribuição para que esse amor se “alimente” e mantenha-se forte, independente dela vir ou não, toda dor em uma relação, vem do desamor e toda felicidade…


Enfim, se com amor, estamos plenos e fortes para tudo, ao passo que sem ele, sentimos um vazio frio, que gela a alma e entristece o coração, acho que podemos definir o amor, como o sentimento vital para sermos felizes.



Uma vida sem amor e sem felicidade, é por si só, um desperdício de tempo de existência. Em um mundo de afetividade tão superficial. Vamos nos aprofundar mais no conhecimento sobre o poder do amor e iluminar o mundo com a mensagem de que onde há amor (de verdade, leal, digno e divino) não há espaço para o mal.


O amor também nos leva a situações de dor e sofrimento (quando não correspondido, quando mal cuidado…) Mas todo esforço em nome do amor é válido. E parafraseando o mestre Djavan, “Amor e o que é o sofrer, para mim que estou, jurado pra morrer de amor” mesmo na dor, quem é do amor… É do amor! E não há como escapar de suas sinas. Se fomos escolhidas para amar e espalhar amor (e calor) à todo coração gelado, que assim seja!


Em busca da felicidade, não há sofrimento que pare uma pessoa “jurada para morrer de amor”! E que fique claro, essa analogia é apenas para ilustrar o sentimento real, por trás do título desse artigo. Eu estou jurada para morrer de amor, no melhor dos sentidos que comporta essa frase.


Sim… O amor é vida, e ter a coragem de dedicar a vida ao amor, é um ato de rebeldia que beira a loucura. Mas se o certo é quem banaliza, vulgariza ou despreza o amor, que eu seja louca em acreditar que o amor, ainda vale a pena. E que cada pessoa que sente (e valoriza) o amor, deve engrossar o coro das vozes que ecoam o amor ao mundo. Ainda somos muitas (as pessoas que acreditam e valorizam o poder do amor) e temos cada vez  mais voz. Em busca de um caminho, cada vez mais feliz. Eu morreria por amor, mas prefiro viver para ele.



 


Tem algo mais gostoso do que estar nos braços de quem se ama?


Publicidade
Publicidade

Envie seu comentário

Dicas para ser feliz

Veja mais

Galeria

Veja mais

Tudo Sobre nós

Veja mais
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE